REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA

Por: Renaldo Souza / carporia.com

Mais uma manhã de frio se apresenta em Curitiba. Ainda com sono, Leandro se levanta da cama para ir trabalhar. Faz sua higiene, toma seu café-da-manhã e se despede do Valente, seu yorkshire parceiro.

Na firma de contabilidade, o dia começou estressante. Dr. Moura, o chefe, chegou bravo ao local, descontando em todo mundo. O motivo da raiva já circulava nos corredores: Fernanda, uma linda morena 17 anos mais jovem que o patrão, o havia traído. Entre um esporro e outro, os funcionários observavam as fotos eróticas que vazaram no grupo de um aplicativo que haviam feito para marcar os happy hours e que passou a valer para as fofocas internas. As imagens mostravam a primeira-dama da empresa nua e em posições ousadas. Em uma delas, era possível notar o braço branco de um homem com um relógio de prata. Era a única pista que tinham sobre o Ricardão.

Dr. Moura sempre desconfiou de Jéfferson, o chefe do RH. Achava estranho que o funcionário tivesse tanto assunto com Fernanda quando ela aparecia na firma. Já pensou em dispensar o moço, mas lembrou que não tinha provas e que o rapaz fazia um excelente trabalho. No entanto, decidiu conversar com ele:

— Seja sincero! Esqueça que você é meu funcionário! Aqui o papo é de homem para homem! – exclamou Moura.
— Em que posso ajudar, doutor? – questionou Jéfferson.
— Você tem algum envolvimento com a minha mulher?
— Pelo amor de Deus, doutor! Eu também sou casado.
— É casado, mas vive cheio de assunto com a Fernanda…
— Só converso enquanto ela aguarda o senhor. Durante o trabalho, falo bastante com o Leandro. O senhor também acha que eu tenho um envolvimento com ele?

Sem saber o que fazer, Dr. Moura ordenou que Jéfferson voltasse ao trabalho. Saiu com pressa do local e se trancou na sua própria sala.

Até o fim do dia, o ambiente da empresa vivia um paradoxo entre o medo de se expor na frente do chefe irritado e a curiosidade em saber quem era o amante de Fernanda. Sem chegar a uma conclusão, o grupo do aplicativo convocou uma reunião extraordinária: todos no BOM SCOTCH BAR às 18 horas.

Era terça-feira. Muitos ainda estavam cansados do fim de semana. Mas 8 pessoas fizeram questão de comparecer. Jéfferson contou sobre os questionamentos do chefe. Pedro se mostrou preocupado com os dias seguintes. Aragão agradeceu a Deus que estava prestes a sair de férias. Cerveja após cerveja, a turma foi conversando ao som de AC/DC no BOM SCOTCH. Até que deu 21 horas. Leandro se lembrou que tinha agendado um banho para Valente no pet shop. Se esqueceu, no entanto, do celular em cima da mesa. Sorte dele que o bar, o pet shop e a sua casa eram na mesma rua.

— Perdi meu telefone! Cheguei a tempo? – perguntou no pet shop.
— 21h18min. Mas o Valentão tem crédito – respondeu o recepcionista após uma olhada em seu relógio de prata.


BOM SCOTCH BAR

Bar no estilo pub inglês, com paredes de tijolinhos decoradas com quadros e pôsteres de ícones do rock’n’roll. São mais de 500 títulos de DVD, LD e Blue-Ray, garantindo o show para os clientes!
Além do pub, o local apresenta, ainda, mais 2 ambientes: um deck coberto e outro ao ar livre. Cervejas nacionais e importadas, além de petiscos premiados e exóticos, dão o tom do cardápio.

bomscotchbar

Venha conhecer o bar!

Funcionamento:
De terça a sexta-feira, das 17 às 3 horas
Sábado e domingo, das 16 às 3 horas
Endereço:
Rua Morretes, 347, Portão
Curitiba/PR
Telefone: (41) 3015-6612

Facebook.com/bomScotchBar


Gostou? Clique aqui e contrate um Conto Comercial para o seu produto ou serviço!