O SONHO DE VER O MAR

Por: Renaldo Souza / carporia.com

Marcelo nunca viu o mar. O menino de 8 anos tinha o sonho de poder admirar as ondas e enxergar o Sol nascer no horizonte. Mas tinha uma limitação na visão. Não reconhecia nem mesmo os rostos dos amiguinhos:

— Klebinho, cadê meu dinossauro? – perguntou na escola.
— Sou o Júlio. O Klebinho está lá no escorrega com o seu brinquedo – respondeu o colega.

A relação de Marcelo com sua família era a melhor possível. Seu pai sempre o ajudava nas tarefas da escola. Sua mãe o mimava com muito amor e strogonoff de frango com batata palha, comida que ele mais gostava.

Veio o domingo e os três foram a Itaboraí almoçar com dona Rose, avó de Marcelo. A senhora disse ao seu filho Alberto, o pai do menino, que tinha conhecido uma nova ótica na cidade: a RC BARROS, que oferecia exame de vista grátis. Assim, convenceu o renomado dentista a liberar o menino para dormir com ela e poder ir ao local no dia seguinte.

Já pela manhã, os dois foram atendidos e agendaram para buscar os óculos de Marcelo, que, ao fim do dia, foi buscado pelo pai. A semana se passou com muitas tarefas da escola, strogonoffs e o aniversário do Klebinho, onde Marcelo deu a ele um dinossauro de plástico:

— Agora você não precisa mais pedir o meu emprestado – disse ao coleguinha dono da festa.
— Agora nós temos dois dinossauros para brincar juntos – falou Klebinho, sorrindo e dando um abraço no seu melhor amigo.

Marcelo também tinha um presente o aguardando. Restava apenas ir buscar. Seus pais aproveitaram uma folga durante a semana e foram passar o dia com dona Rose, que esteve na ÓTICA E JOALHERIA RC BARROS mais cedo e já deixou os óculos guardados em casa.

Assim que chegou, o menino ficou ansioso e logo abriu a caixinha, pondo os óculos:

– Mamãe, a senhora é mais linda do que eu pensava – disse, emocionando a todos e vendo seu pai correr para abraçá-lo.

Marcelo ficou muito feliz de poder assistir aos seus desenhos favoritos e reconhecer os personagens mesmo quando estavam em silêncio. Também pôde observar o rostinho do Conde, o cachorro da vovó Rose. No entanto, o que ele mais queria era ver o mar. Como chegou em casa já de noite, a tarefa ficou para o dia seguinte.

Cinco horas da manhã, o menino já estava de pé. Sentindo a brisa que entrava pela janela, ele fez sua higiene matinal e desceu do prédio. Acompanhado de Alberto, atravessou a rua, colocou seus óculos e já estava vendo o mar e aguardando o nascer do Sol. Marcelo não morava em Goiás. Nem em Mato Grosso. O menino vivia em Niterói. Seu sonho era mais simples do que qualquer outra coisa: ver as ondas que escutava de dentro do seu quarto. Com a RC BARROS, virou realidade.


ÓTICA E JOALHERIA RC BARROS
Óculos escuros e com grau, importados e nacionais, de várias marcas. Lentes fotossensíveis, anti-reflexo, com tratamento ultra-violeta e muito mais. Preços 20% abaixo do mercado em geral, com exame de vista grátis. O local também vende joias.

rcb2

Venha conhecer a ótica!

Funcionamento:
De segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas
Sábado das 9 às 13 horas
Endereço:
Praça Roberto Pereira dos Santos, 39, sala 207, Centro
Itaboraí/RJ
Telefones:
(21) 2635-1812
(21) 976-265-085
(21) 987-509-961

www.facebook.com/oticarcbarros

rcb


Gostou? Clique aqui e contrate um Conto Comercial para o seu produto ou serviço!